Bem-vindos!

Bons amigos, valorosos guerreiros da espada e da magia, nobres bardos e todos aqueles com quem tiver o prazer de cruzar meu caminho nesta valorosa, emocionante e por vezes trágica jornada em que me encontro! É com grande alegria e prazer que lhes dou as boas-vindas, e os convido a lerem e compartilharem comigo as crônicas e canções que tenho registradas em meu cancioneiro e em meu diário...Aqui, contarei histórias sobre valorosos heróis, batalhas épicas e grandes feitos. Este é o espaço para que tais fatos sejam louvados e lembrados como merecem, sendo passados a todas as gerações de homens e mulheres de coração bravo. Juntos cantemos, levando as vozes daqueles que mudaram os seus destinos e trouxeram luz a seus mundos a todos os que quiserem ouvi-las!Eu vos saúdo, nobres aventureiros e irmãos! Que teus nomes sejam lembrados...
(Arte da imagem inicial por André Vazzios)

Astreya Anathar Bhael

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Equilibrium

Trilhas sonoras de contos cinematográficos parecem ser um ótimo material para animar nossas mesas de RPG. Sendo assim venho trazer-vos esta noite uma sonoridade diferente mas belíssima: uma canção do filme Equilibrium, que conta a história de uma sociedade futura na qual todos os sentimentos são reprimidos por meio de um medicamento para, tecnicamente, conter conflitos e guerras. Nenhum cidadão pode parar de tomar tais medicamentos, e tudo que lembre a individualidade e o sentimentalismo é exterminado por agentes especializados chamados - vejam só - clérigos.

Tudo isso muda quando o mais talentoso dos clérigos - John Preston - acaba por não tomar a sua dose diária do "remédio", e começa a sentir.

Abaixo, minha canção favorita da trilha do filme, com a qual foi feito um pequeno trailer:


The Final Countdown - Lost - Klaus Badelt

"To feel. Because you've never done it you can never know it. But it's as vital as breath, and without it...without love, without anger, without sorrow, breath is just a clock...ticking."

Uma bela canção e um filme interessante.

5 comentários:

  1. Não conhecia o filme, mas parece interessante. E esse clérigo tem uns 15 níveis como fighter também, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  2. Haha, realmente! Mas recomendo que assita o filme, nobre clérigo. Trata de um tema bastante interessante, e os combates são excepcionais.

    Sábias palavras também foram ditas; realmente, sem sentimentos, nossos corações e nosso respirar são apenas relógios batendo. Nada mais.

    ResponderExcluir
  3. Tchar'zanek, Deus do Sofrimento e Campeão do Chaos29 de outubro de 2010 07:35

    Um excelente filme sem duvidas! Mostra que a ordem deve ser derrubada e que somente o Chaos é valido. Tome o que quiser, faça o que quiser, sua liberdade é infinita, se alguém lhe contrariar MATE e faça sofrer dolorosamente!

    ResponderExcluir
  4. É, Gronark, é exatamente isso que o filme quer passar.

    Criatura de mente distorcida! Leve tuas interpretações para longe desta película! Onde já se viu...

    ResponderExcluir
  5. Adoro esse filme! :D

    Concordo com o Tchar'zanek na parte do "Tome o que quiser, faça o que quiser, sua liberdade é infinita", mas se alguém lhe contrariar apenas ensine seu ponto de vista XD

    ResponderExcluir