Bem-vindos!

Bons amigos, valorosos guerreiros da espada e da magia, nobres bardos e todos aqueles com quem tiver o prazer de cruzar meu caminho nesta valorosa, emocionante e por vezes trágica jornada em que me encontro! É com grande alegria e prazer que lhes dou as boas-vindas, e os convido a lerem e compartilharem comigo as crônicas e canções que tenho registradas em meu cancioneiro e em meu diário...Aqui, contarei histórias sobre valorosos heróis, batalhas épicas e grandes feitos. Este é o espaço para que tais fatos sejam louvados e lembrados como merecem, sendo passados a todas as gerações de homens e mulheres de coração bravo. Juntos cantemos, levando as vozes daqueles que mudaram os seus destinos e trouxeram luz a seus mundos a todos os que quiserem ouvi-las!Eu vos saúdo, nobres aventureiros e irmãos! Que teus nomes sejam lembrados...
(Arte da imagem inicial por André Vazzios)

Astreya Anathar Bhael

terça-feira, 10 de agosto de 2010

O Senhor dos Anéis - Valfenda

Posso-vos dizer que uma das cenas que mais encantou meu alter-ego mortal em O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel, foi o primeiro vislumbre que se tem da bela Valfenda no filme. Trago-vos esta noite a canção que acompanha tal cena e que fez Valfenda se tornar ainda mais bela do que imaginávamos...






Many meetings - The Lord of The Rings Soundtrack (Howard Shore)

E por falar nisso, Valfenda e Rohan foram as locações favoritas de meu alter-ego mortal em O Senhor dos Anéis (em termos estéticos, digamos assim). Quais foram as vossas, bravos visitantes e aventureiros?

11 comentários:

  1. Olha... eu gostei de todas as locações, Valfenda é um deleite aos olhos, Rohan tem aquele clima rústico, mas gostei mesmo do Condado. Não dá para imaginar outras criaturinhas vivendo lá, senão os Hobbits. Espero que logo resolvam os impasses e façam o filme do Hobbit. Aguardo-o ansiosamente.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, nobre clérigo, o condado é lindo, e tem um clima bem aconchegante... acho que todas as locações de O Senhor dos Anéis são ótimas. Estou mesmo torcendo para que façam logo o filme do Hobbit, com certeza eu gostaria de voltar ao cinema para entrar novamente na Terra-Média mais um pouquinho!

    ResponderExcluir
  3. Rhorvals Alhanadel, o Ciclone de Aço11 de agosto de 2010 10:35

    Essa canção me lembra do meu lar na floresta imponente, com os pássaros a cantar nas copas das grandes arvores banhadas sob a luz do Sol ao entardecer.
    Aprecio muito as terras dos Halflings. Eles possuem a melhor culinária de todas as raças, e são muito hospitaleiros e acolhedores.
    (Achei a trilha sonora de Rohan à melhor. Ela traz uma inspiração forte de esperança e determinação. Tem aquela trilha sonora de quando Elrond forja a Anduril dos fragmentos de Narsil.)

    ResponderExcluir
  4. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo11 de agosto de 2010 10:45

    HAHAHAHA, Skarr ira destruir seus patéticos reinos élficos, e irei enviar junto com seus exércitos meus cultistas do Chaos e bárbaros mutantes para corromper suas belas florestas, cidades, animais e suas crianças. E suas visões e as da bruxa bastarda não irão salva-los da destruição.

    ResponderExcluir
  5. Astreya, aproveitando que vc virá aqui pra dar uma podada no Gronark, reforço o aviso de q há dois banners pro meu blog. O antigo funciona, o novo vai pra um endereço errado.

    E realmente, o Condado é tão perfeitamente projetado que nem parece uma locação. É um dos primeiros cenário da história propriamente dita, mas, se ela falhar, vc já desanima em acreditar q o q virá depois continuará sendo SdA. Realmente, ela tem uma importância no filme muito grande.

    Rohan rules! Não só pelo palácio mais rústico, mas tb pelas pradarias em q Éomer se encontra com Aragorn, Legolas e Gimli... Acho muito maneiro como ele comanda que seu cavaleiros dêem meia-volta, apontando sua lança para o lado. O cenário exala natureza, mas diferente de Valfenda, é uma natureza mais poderosa, forte e selvagem, à medida que Valfenda é cálida e gentil, harmoniosa em tudo.

    ResponderExcluir
  6. Gronark, Deus do Sofrimento e Canibalismo11 de agosto de 2010 18:17

    (Era esse Link que não dava para entrar no blog do Hayashi. Eu fiquei aliviado ao saber que o PC do Rafael também não entrava. Eu achei que meu PC estava indo pro buraco.)

    ResponderExcluir
  7. Valfenda é realmente um belo refúgio e fortaleza dos povos livres, lady Astreya. E esta canção retrata com maestria a atmosfera deste valoroso reino élfico.

    ResponderExcluir
  8. Caros amigos, obrigada por vossas visitas a meu humilde cancioneiro, e tens todos razão sobre o Condado e Rohan... Gronark, só em teus sonhos mais megalomaníacos conseguira fazer ao menos uma das coisas que ameaça.

    Sobre o banner, nobre Hayashi, já havia tomado consciência do problema graças a seus avisos, mas esqueci de retirar o banner com defeito. Farei isso ainda hoje, e obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Caracas impressionante, mas não posso deixar de comentar eu senti muita muita falta do Tom Bombadil e sua casa na arvore, mas ocomo ele é um personagem de outros contos não apareceu nem sua casa nem as espadas surgindo do chão. Pena a colina é fera e tem morto vivo hehehe

    Parabéns! Pelo post muito bom!

    ResponderExcluir
  10. Eu concordo com ti, caro amigo, também senti falta de Tom Bombadil e Fruta D'ouro e dessa parte do livro no filme, acho que teria ficado bastante interessante. Obrigada e seja sempre bem-vindo ao meu humilde cancioneiro!

    ResponderExcluir
  11. Uma última pergunta: Pq raios Rivendel foi traduzida como Valfenda? Não q não seja válido... Acho as duas igualmente belas de serem pronunciadas, como creio eu, até os xingamentos élficos devem ser... XD

    ResponderExcluir